Foto Divulgação

 

É o quarto ano que a escola oferece acessibilidade linguística a comunidade surda de Manaus.

O carnaval é uma das manifestações populares mais celebradas pelos brasileiros, devido às contribuições culturais de diversos povos que aqui chegaram. A festa faz parte da vida de muitas pessoas, sejam estas ligadas ao trabalho, a cultura ou a religião. É com este pensamento que a escola de samba Reino Unidade da Liberdade apresenta o samba sobre “Tambores, Crenças e Costumes Afro-Brasileiros – A Benção Mãe Zulmira” para o Carnaval de 2019.

A Reino Unido da Liberdade neste carnaval vai comemorar 30 anos do primeiro título da escola de samba no grupo especial, que ficou popularmente conhecido como “Axé Mãe Preta”, em 1989. E para que todos participem desta grande festa, a escola de samba, por meio do projeto “Ala LIBRAS no SAMBA” oferecerá o curso da Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) para a comunidade aprender e melhor na fluência da LIBRAS para a interpretação do samba enredo em Libras.

O “Ala LIBRAS no SAMBA” tem o objetivo de promover a inclusão social e despertar o interesse para novas lideranças perpetuarem o projeto, por meio da tradução e interpretação de LIBRAS. Em 2019, será o 4º ano consecutivo que a escola dispõe desta acessibilidade linguística à comunidade surda de Manaus e dispõe de 60 vagas, destas, 30 vagas são para pessoas surdas e 30 ouvintes, que tenham interessem em descer na avenida com muito samba no pé e com a música nas mãos.

Mas que promover a cultura de um povo, a Reino Unido da Liberdade busca valorizar os saberes e fazeres das pessoas por meio da arte da emoção, incorporados aos recursos e meios da acessibilidade. Promover projeto como este é manifestar e respeitar as particularidades de cada pessoa que participam da festa mais popular do Brasil.

Dias: 13.01 a 15.02.2019
Domingo das 16h as 20h (incluindo o ensaio técnico de rua).

Segunda à Sexta: Das 18h às 21h.

Programa Negócios News

Coluna Ari Mota

Facebook