A Festa de Nossa Senhora do Carmo, que acontece anualmente em homenagem a padroeira de Parintins, agora é Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial no Estado do Amazonas. O reconhecimento veio após aprovação por unanimidade do projeto de lei nº 19/2018, de autoria da deputada estadual Alessandra Campêlo (MDB), na sessão desta quarta-feira, 6 de junho.

 

Na avaliação da deputada, o reconhecimento ao festejo religioso que leva milhares de pessoas à Ilha Tupinambarana todos os anos é uma forma de o Poder Legislativo preservar a história e a cultura do nosso povo. Ao mesmo tempo é uma homenagem aos moradores de Parintins.

 

“É uma forma nossa de agradecer a Nossa Senhora do Carmo pelas graças concedidas, mas principalmente de preservar a história do nosso povo, de preservar a nossa cultura e de agradecer ao povo de Parintins por essa cultura tão forte que a gente tem no nosso Estado e valorizar toda essa fé e todo esse festejo que hoje não é só de Parintins e do Amazonas, mas de todo o Brasil”, enfatizou Alessandra.

 

A deputada é autora duas outras proposituras que rendem homenagem à cidade dos bois Caprichoso e Garantido. São as leis  que transformaram as Toadas de Boi-Bumbá e as Pastorinhas e Pastorais como Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial no Estado do Amazonas.

Programa Negócios News

Coluna Ari Mota

Facebook

Parceiros