Foto Divulgação

 

O próximo sábado (12) é o Dia D para vacinação contra a gripe no País. Até o final da campanha, em 1º de junho, a meta do Ministério da Saúde é vacinar 54,4 milhões de pessoas. De acordo com o último balanço, realizado nessa quarta-feira (9), 13,6 milhões de pessoas já estavam imunizadas.

A população-alvo são idosos a partir de 60 anos, crianças de seis meses a menores de cinco anos, trabalhadores de saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes e puérperas (até 45 dias após o parto). A escolha dos grupos prioritários segue recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS).

De acordo com o ministério, a vacina contra a gripe é segura e reduz as complicações que podem produzir casos graves da doença, internações ou óbitos. Ela protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no último ano no Hemisfério Sul, de acordo com determinação da OMS (A/H1N1; A/H3N2; e influenza B). Neste ano, até 5 de maio, foram registrados 1.005 casos de influenza em todo o Brasil, com 158 óbitos.

Programa Negócios News

Coluna Ari Mota

Facebook