search

Banner Galeria

UBER não merece ser perseguido, pois é um serviço de qualidade e com preço justo

СНПЧ А7 Красноярск, обзоры принтеров и МФУ

1458856

 

Muitas pessoas já ouviram falar em Uber. Um aplicativo que permite a qualquer pessoa, com um "smartphone", chamar um carro com motorista, como se fosse um táxi. Em poucos minutos o veículo de boa qualidade, chega ao local definido com um motorista educado para o levar ao seu destino.

Música? Pode escolher, se tiver o aplicativo "Spotify" no seu telefone, a música é a sua. Preço? Na versão básica, o Uber X, é mais barato do que um táxi. Chegando ao final, o valor é cobrado diretamente no seu cartão de crédito cadastrado, o que acaba com o tradicional "é que não tenho troco para 50". No final da viagem, você recebe no seu telefone um recibo e um pedido para avaliar o serviço entre 1 a 5 estrelas.

Este serviço fantástico tem tido imensas reclamações por parte dos taxistas, que acusam o Uber de ser inseguro, ilegal, pouco profissional e claro, de roubar empregos. Em vários países já se registaram ataques violentos de taxistas aos motoristas do Uber. No entanto, quem experimentou sabe que o serviço é muito melhor do que o dos táxis.

As autoridades locais devem acabar com a perseguição e criar formas, para que os taxistas possam melhorar seus serviços e o mais importante, o aspecto econômico. Hoje diante da situação financeira, as pessoas buscam qualidade e preço, coisa que o Uber oferece.

A maioria dos taxistas são mal educados, o carro com um cheiro insuportável de cigarro, bancos rasgados. No rádio, a música alta e incompreensível, e a janela aberta sempre bom para ventilar no calor da região. Chegado ao destino, o taxista interpela de forma desagradável, "Não tenho troco pra 50

.

O tema não é os taxistas perderem o emprego. Estou de acordo que a perda de postos de trabalho é um problema grave, sou totalmente a favor de dar os empregos disponíveis a quem merece. E quem merece é quem oferece o melhor serviço aos clientes. Tem que acabar com esta impunidade em que o cliente não tem formas eficientes para reclamar e com consequências reais.

No caso do Uber um motorista com menos de 4 estrelas de média de classificação entra em período de prova. Se ele não conseguir melhorar é ‘demitido’ do Uber.

A verdade é que o Uber conseguiu fazer o que a maioria das cidades não conseguiram... Dar um serviço de transporte individual conveniente e de qualidade (há exceções e taxistas extremamente corretos, mas vamos ser honestos que a imagem generalizada não é boa).

Muitas pessoas já ouviram falar em Uber. Um aplicativo que permite a qualquer pessoa, com um "smartphone", chamar um carro com motorista, como se fosse um táxi. Em poucos minutos o veículo de boa qualidade, chega ao local definido com um motorista educado para o levar ao seu destino.

Música? Pode escolher, se tiver o aplicativo "Spotify" no seu telefone, a música é a sua. Preço? Na versão básica, o Uber X, é mais barato do que um táxi. Chegando ao final, o valor é cobrado diretamente no seu cartão de crédito cadastrado, o que acaba com o tradicional "é que não tenho troco para 50". No final da viagem, você recebe no seu telefone um recibo e um pedido para avaliar o serviço entre 1 a 5 estrelas.

Este serviço fantástico tem tido imensas reclamações por parte dos taxistas, que acusam o Uber de ser inseguro, ilegal, pouco profissional e claro, de roubar empregos. Em vários países já se registaram ataques violentos de taxistas aos motoristas do Uber. No entanto, quem experimentou sabe que o serviço é muito melhor do que o dos táxis.

As autoridades locais devem acabar com a perseguição e criar formas, para que os taxistas possam melhorar seus serviços e o mais importante, o aspecto econômico. Hoje diante da situação financeira, as pessoas buscam qualidade e preço, coisa que o Uber oferece.

A maioria dos taxistas são mal educados, o carro com um cheiro insuportável de cigarro, bancos rasgados. No rádio, a música alta e incompreensível, e a janela aberta sempre bom para ventilar no calor da região. Chegado ao destino, o taxista interpela de forma desagradável, "Não tenho troco pra 50

.

O tema não é os taxistas perderem o emprego. Estou de acordo que a perda de postos de trabalho é um problema grave, sou totalmente a favor de dar os empregos disponíveis a quem merece. E quem merece é quem oferece o melhor serviço aos clientes. Tem que acabar com esta impunidade em que o cliente não tem formas eficientes para reclamar e com consequências reais.

No caso do Uber um motorista com menos de 4 estrelas de média de classificação entra em período de prova. Se ele não conseguir melhorar é ‘demitido’ do Uber.

A verdade é que o Uber conseguiu fazer o que a maioria das cidades não conseguiram... Dar um serviço de transporte individual conveniente e de qualidade (há exceções e taxistas extremamente corretos, mas vamos ser honestos que a imagem generalizada não é boa).

Coluna Ari Motta - página

COLUNA DO ARI MOTTA

Net anuncia melhoria na internet em Manaus

A capacidade da internet banda larga deve ser ampliada para Manaus até o final do ano.  Os investimentos que somam mais de 50 milhões de reais e devem proporcionar aos consumidores e usuários velocidade de 10 20 e 100 megas. O anuncio foi pelos executivos da NET em entrevista coletiva. Segundo eles os clientes da empresa terão a velocidade aumentada, sem qualquer custo adicional. Após a implantaç

...Leia Mais

: