macumba

Vale tudo para se protejer da violência


O clima no meio de comunicação é tenso, muitos afirmam que o mês de agosto é um mês de azar, não sou muito crente nisso e nem tenho superstição, porém vale registrar que desde o inicio do mês de julho uma onda de violência vem assolando os profissionais da imprensa amazonense. Vamos aos fatos. O radialista Gilberto Marçal, da rádio CBN Manaus foi sequestrado e forçaram a entrar no porta-malas do seu próprio carro, onde foi encontrado à noite. Os bandidos usaram o carro para fazer assaltos.

 

Na cobertura jornalista de uma invasão, o fotógrafo Ricardo Oliveira, do jornal Amazonas em Tempo, ficou refém dos índios invasores de um terreno na estrada Manoel Urbano (Manaus a Manacapuru). Os indígenas estavam sendo acusados de provocar danos ambientais, demarcando lotes e fazendo extração ilegal de mogno.

 

Já o Homem do sapato azul no exercício de suas funções teve o carro da reportagem do programa de TV Programa Livre, envolvido em um acidente. O radialista Wanderley Modesto, ferido e foi levado a um Pronto-Socorro, mas não corre risco de morte.

 

Outra situação foi do jornalista Mário Adolfo, também do Em Tempo, ele teve a casa assaltada e teve o corpo coberto de álcool, sendo toda hora ameaçado pelos ladrões de ser incendiado. Nesse caso, a Polícia já prendeu os três acusados.

 

Sexta tem missa, batuque e fogueira santa

 

Como eu digo, cada qual com suas crenças, hoje e amanhã, são dias ideais para procurar proteção. Os católicos têm missa, os evangélicos a Fogueira Santa e a turma do batuque, tem macumba. vamos lá gente!

 

Coluna Ari Mota

Facebook

Parceiros